Josemaría Escrivá Obras
170

Desde a minha infância - ou, no dizer da Escritura, desde que tive ouvidos para ouvir -, comecei já a escutar o vozerio da questão social. Não tem nada de mais, porque é um tema antigo, de sempre. Talvez tenha surgido no próprio instante em que os homens se organizaram de algum modo e se tornaram mais visíveis as diferenças de idade, de inteligência, de capacidade de trabalho, de interesses, de personalidade.

Não sei se é irremediável que haja classes sociais. Seja como for, também não é do meu ofício falar dessas matérias, e muito menos aqui, neste oratório, em que nos reunimos para falar de Deus - jamais quereria falar de outro tema na minha vida - e para falar com Deus.

Pensai como preferirdes em tudo o que a Providência deixou à livre e legítima discussão dos homens. Mas a minha condição de sacerdote de Cristo impõe-me a necessidade de subir mais alto e de vos recordar que, em qualquer caso, não podemos deixar nunca de praticar a justiça, com heroísmo se for preciso.

Anterior Ver capítulo Próximo