Josemaría Escrivá Obras
254

Uma doença incurável, que limitava a sua ação. E, no entanto, dizia-me contente: “A doença porta-se bem comigo e cada vez a amo mais; se me dessem a escolher, voltaria a nascer assim mil vezes!”.

Anterior Ver capítulo Próximo