Josemaría Escrivá Obras
273

Jesus bom: se tenho de ser apóstolo, é preciso que me faças muito humilde. O sol envolve em luz tudo quanto toca: Senhor, invade-me com a tua claridade, endeusa-me: que eu me identifique com a tua Vontade adorável, para me converter no instrumento que desejas... Dá-me a tua loucura de humilhação: a que te levou a nascer pobre, ao trabalho sem brilho, à infâmia de morrer costurado com ferros a um lenho, ao aniquilamento do Sacrário. - Que eu me conheça: que me conheça e que te conheça. Assim jamais perderei de vista o meu nada.

Anterior Ver capítulo Próximo