Josemaría Escrivá Obras
345

Uma grande descoberta! Uma coisa que só entendias muito pela metade, tornou-se claríssima para ti quando tiveste que explicá-la a outros. Tiveste que falar muito devagar com um que estava desanimado porque se sentia ineficaz e não queria ser um peso para ninguém... Então compreendeste melhor que nunca por que te falo constantemente de sermos burrinhos de nora: fiéis, com viseiras muito grandes para não olharmos nem saborearmos pessoalmente os resultados - as flores, os frutos, a louçania da horta -, bem certos da eficácia da nossa fidelidade.

Anterior Ver capítulo Próximo