Josemaría Escrivá Obras
628

Deixa que a tua alma se consuma em desejos... Desejos de amor, de esquecimento próprio, de santidade, de Céu... Não te detenhas a pensar se chegarás alguma vez a vê-los realizados, como te sugerirá algum sisudo conselheiro; aviva-os cada vez mais, porque o Espírito Santo diz que Lhe agradam os “varões de desejos”. Desejos operantes, que tens de pôr em prática na tarefa cotidiana.

Anterior Ver capítulo Próximo