Josemaría Escrivá Obras
763

A indulgência é proporcional à autoridade. Um simples juiz tem de condenar - talvez reconhecendo atenuantes - o réu convicto e confesso. O poder soberano de um país, algumas vezes, concede uma anistia ou um indulto. À alma contrita, Deus a perdoa sempre.

Anterior Ver capítulo Próximo