Josemaría Escrivá Obras
939

A propaganda cristã não necessita provocar antagonismos, nem maltratar os que não conhecem a nossa doutrina. Se se procede com caridade - "caritas omnia suffert!", o amor tudo suporta -, quem era contrário, decepcionado com o seu erro, pode acabar aderindo sincera e delicadamente. - Contudo, não tem cabimento fazer concessões no dogma, em nome de uma ingênua “amplidão de critério”, porque quem agisse assim se exporia a ficar fora da Igreja; e, em vez de conseguir o bem para os outros, faria um mal a si mesmo.

Anterior Ver capítulo Próximo