Josemaría Escrivá Obras
980

Sob todos os pontos de vista, a mortificação é de uma importância extraordinária. - Por razões humanas, pois quem não sabe dominar-se a si mesmo jamais influirá positivamente nos outros, e o ambiente o vencerá, sempre que afague os seus gostos pessoais: será um homem sem energia, incapaz de um esforço grande quando for preciso. - Por razões divinas: não te parece justo que, com estes pequenos atos, demonstremos o nosso amor e acatamento. Àquele que deu tudo por nós?

Anterior Ver capítulo Próximo